segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

REFUTAÇÕES BÍBLICAS À "TEOLOGIA CRISTÃ" GAY

O propagadores da chamada teologia “cristã” gay afirmam que do imenso número de leis do Pentateuco apenas duas vezes há referência ao homossexualismo e que inúmeras outras abominações do Levítico – como comer carne de porco ou o tabu em relação ao esperma ou ao sangue menstrual – foram completamente abandonadas. O que eles ignoram, entretanto, é que se há duas referências ao homossexualismo no Pentateuco (Lv 18:22; 20:13), e ambas são proibitivas e punitivas, já se vê que Deus reprova a prática do homossexualismo, sem necessidade de qualquer outro argumento. Além deste erro, confundir lei moral com lei cerimonial - ou seja, rituais - é um equívoco. Cerimônias foram removidas mediante o sacrifício de Cristo na cruz. Moralidade, não. 

A exegese dos teólogos John Ankerberg e John Weldon confirma a posição de outros teólogos evangélicos: 
“o que as Escrituras ensinam sobre moral no Antigo Testamento, elas ensinam também no Novo Testamento. Essa uniformidade também prova que esses trechos bíblicos transcendem as supostas limitações culturais. Porque o caráter santo de Deus nunca muda, Sua lei moral nunca muda. Deus é soberano sobre a cultura e não sujeito a ela. Os valores mutáveis da sociedade não mudam a lei moral de Deus, que é válida para toda e qualquer cultura, independentemente de suas crenças.” 

Os defensores na teologia “cristã” gay insistem na heresia de que vários personagens da Bíblia tiveram experiências homossexuais. Os mais citados são Davi e Jônatas. Na verdade, quando Davi disse que o amor que sentia por Jônatas ultrapassava o amor de mulheres, ficou claro que este amor não tinha qualquer conotação erótica. Vale destacar o comentário exegético do rabino Henry I. Sobel à revista Ultimato, de setembro/outubro de 1998: 

“a palavra hebraica ahavá não significa apenas amor no sentido conjugal/sexual, mas também no sentido paternal (‘Isaque gostava de Esaú’, Gn 25:28), no sentido de amizade (‘Saul afeiçoou-se a Davi’, em I Sm 16:21), no sentido de amor a Deus (‘Amarás o Senhor, teu Deus’, em Dt 6:5) e no sentido de amor ao próximo (‘Amarás o próximo como a ti mesmo’, Lv 19:18). Em todos estes exemplos, o verbo usado na Torá (a Bíblia hebraica) é ahavá. É por razão lingüística - e não por falso pudor - que a maioria das traduções bíblicas cita I Samuel 1:26 assim: ‘Tua amizade me era mais preciosa que o amor das mulheres’.” 

Segundo estudiosos da Bíblia, o amor das mulheres era algo que Davi conhecia muito bem, apesar da poligamia não ser o projeto ideal de Deus. Sua poligamia com Mical, Abigail, Ainoã, Maaca, Agita, Abital, Eglá e seu adultério com Bate-Seba mostram que a maior dificuldade de Davi era a atração pelo sexo oposto (1 Sm 18:27; 25:42,43; 2 Sm 3:2-5; 11:1-27) - e nunca o homossexualismo! 

Falando sobre Sodoma e Gomorra, a teologia “cristã” gay afirma que quando os homens daquelas cidades pediram a Ló para conhecer os visitantes (os dois anjos com aparência humana) eles não pretendiam manter relações sexuais com eles. Porém, que o verbo que aparece neste contexto é o hebraico yada, que tem vários significados e, segundo, especialistas, aparece mais de 900 vezes no Antigo Testamento, por exemplo: Saber - Gn 15:8; dar-se conta - Gn 3:9; reconhecer - Gn 12:11; conhecer pessoas - Gn 29:5; ser esperto em algo - 1 Re 9:27; ter relações sexuais - Gn 4:1; 19:5; 19:8; Jz 19:22. Na história de Sodoma e Gomorra esse verbo tem conotação sexual (Gn 19:5 - a ameaça dos homens o demonstra claramente), pois a resposta de Ló oferecendo suas duas filhas virgens só tem conotação sexual. Mas eles não queriam as mulheres. Seu desejo era homossexual. Uma das melhores traduções da Bíblia foi feita pelo judeu André Chouraqui e chama-se A Bíblia - No Princípio. A tradução literal em sua Bíblia é: “Faze-os sair até nós, vamos penetrá-los” (Gn 19:5). E: “Tenho duas filhas que homem algum jamais penetrou” (Gn 19:8). Isso está em completa harmonia com o ensino do Novo Testamento em Judas 7, que confirma que a intenção dos homens de Sodoma era realmente de violação homossexual, assim como o demonstra II Pedro 2:7-10 e I Timóteo 1:8-10 que lista diversas violações da lei colocando os sodomitas lado a lado com os parricidas, matricidas e roubadores de homens. 

Além dos argumentos bíblicos e teológicos, John Ankerberg e John Weldon trazem um importante argumento extra-bíblico: 

“a tradição judaico-cristã testifica, invariavelmente, o pecado de Sodoma como sendo a homossexualidade. Um comentário rabínico, por exemplo, diz que os sodomitas tinham um acordo entre eles de sodomizar e roubar todos os estranhos. Filo, um judeu de Alexandria (25 a.C. até 45 d.C.), comentou que em Sodoma ‘os homens se acostumaram a ser tratados como mulheres’.” 

Os defensores da teologia “cristã” gay tentam neutralizar os escritos do apóstolo Paulo contra o comportamento homossexual, argumentando que as palavras efeminados e sodomitas empregadas em 1 Coríntios 6:9-11 foram mal traduzidas. Eles afirmam que a passagem é mal traduzida ou restrita a certas culturas. Alguns têm afirmado que a palavra grega malakos (traduzida por “efeminados”) se refere somente à fraqueza moral sem qualquer referência específica à homossexualidade, e que arsenokoitai (traduzida por “sodomia”) se refere aos efeminados - e assim, uma vez mais, esses versículos não condenariam as uniões “amorosas” modernas dos homossexuais. Mais uma vez vale a pena citar as refutações de Ankerberg e Weldon: 

“Mas malakoi e arsenokoitai têm significados específicos. A primeira significa literalmente ‘macio ao tato’. Na cultura grega, era usada de forma metafórica para homens que assumiam o papel passivo no ato homossexual. O segundo termo, arsenokoitai, também se refere claramente às relações homossexuais - especificamente, à pessoa que assumia o papel ativo no ato homossexual. 

“Além disso, todo o trecho de 1 Coríntios 6.9 e seguintes é destacado pela palavra adikoi - ‘os iníquos’. Os termos que se referem à homossexualidade são encontrados em conexão com outros pecados sexuais - fornicadores (pornoi) e adúlteros (moichoi). Em outras palavras, os significados das palavras em si e seus contextos todos argumentam por relevância às práticas homossexuais de hoje. Homossexualidade impenitente, fornicação e adultério, todos excluem pessoas do reino de Deus.” 

O movimento gay “cristão” diz que Jesus Cristo nunca falou nenhuma palavra contra os homossexuais. Essa é mais uma tentativa de distorcer as verdades do evangelho. O fato de Jesus nunca ter mencionado especificamente o homossexualismo não significa sua aprovação. Ele também não se pronunciou claramente sobre muitos outros problemas sociais, tais como: seqüestros, abuso sexual, prostituição infantil, tráfico de drogas. Entretanto, a Bíblia apresenta direta e indiretamente os princípios inegociáveis de Deus para a moralidade e dignidade humanas. Na verdade, ao se referir ao plano de Deus para a sexualidade, Jesus reafirmou o ensino vetero-testamentário sobre o casamento heterossexual e monogâmico. Ele excluiu a suposta naturalidade das práticas homossexuais quando incentivou o casamento. Jesus Cristo afirmou em Mt 19:4-6: 

“Não tendes lido que o Criador desde o princípio os homem e mulher, e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém uma só carne.”


40 comentários:

  1. É os homossexuais tentando ser "salvos".
    Besteira e blasfêmia... Como você disse em Levítico 20:13 que diz "Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles.". Eu li esta passagem da Bíblia para um colega que se dizia ser Bissexual... Mas... Como Jesus também disse "Ama o pecador e abomine o pecado" (mais ou menos isso). Temos que respeitar essa farsa dentro do cristianismo... Isso se é que merecem ser chamados de cristãos.
    Gostei do seu texto Demetrius, dificilmente alguem escreve (ou tem coragem) de tocar nesse assunto e explicar aos "não cristãos" o que está escrito na PALAVRA DE DEUS.

    Abraços e fique na paz.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado senhor Darth Metrius por ter tido o grande trabalho de ter copiado e colado para refutar os comentários que fiz há uns dias atrás.

    ResponderExcluir
  3. É como eu sempre digo: Se a bíblia fosse um livro claro e objetivo só existiria uma religião. Qual a interpretação correta das escrituras? A dos católicos romanos? católicos ortodoxos? anglicanos? pentecostais? testemunhas de jeová? espíritas? cabalistas? teologia gay? judeus reformistas? judeus ortodoxos? Ou a de tantas outras milhares?
    Enfim...

    ResponderExcluir
  4. O que faz uma interpretação ser mais válida que a outra? Qual é o critério de seleção? Há somente duas formas de interpretar: a correta e a errada. Mas qual é qual? Cada religião acha uma interpretação favorável à sua doutrina e quando não tem, muda-se alguma vírgula, uma palavra, aí dá certo para cada um. Cada religião ou doutrina tem a sua própria interpretação da bíblia, mas cada uma delas dizem que interpretam do jeito certo.

    ResponderExcluir
  5. Olívio Farias, não me venha com essa de "Deus ama o pecador mas odeia o pecado." Isso não tem respaldo na bíblia. O deus cristão odeia o pecador também.


    "Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniqüidade, nem contigo habitará o mal. Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade. Destruirás aqueles que falam a mentira; o SENHOR aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento." Sl 5.4-6

    "O SENHOR prova o justo; porém ao ímpio e ao que ama a violência odeia a sua alma. Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto será a porção do seu copo. Porque o SENHOR é justo, e ama a justiça; o seu rosto olha para os retos." Sl 11.5-7

    "Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece." Jo 3.36

    "Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, o coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal, a testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos." Pv 6.16-19

    ResponderExcluir
  6. Ao estudar o assunto, vi que já existia muitos artigos sobre o tema, alguns muito bem escritos, como os que eu postei, de modo que achei redundante da miha parte reescrever os mesmos argumentos.
    Ao contrário do que você diz, eu não copiei e colei. Ao postar os artigos, eu dei os devidos créditos aos autores, e o link para consulta dos texto originais.

    Tenha mais respeito! E eu não tenho obrigação de debater com você!

    Tenha um bom resto de semana!

    ResponderExcluir
  7. A doutrina cristã é muito estranha. Só os cristãos serão salvos? E os outras milhares de pessoas que seguem outras religiões não serão? A resposta é SIM para as duas perguntas, se levarmos em consideração a doutrina da maioria das igrejas.
    Por exemplo, segundo a Igreja Católica somente os católicos serão salvos. O próprio Papa disse que "A Igreja Católica é a ÚNICA religião verdadeira e fora dela NÃO há salvação". Eu sou um ex-católico e conheço muito bem a doutrina da minha (ex)igreja. Segundo os documentos oficiais da Igreja nenhuma outra religião pode salvar uma pessoa, somente a Católica. Mesmo se um não-católico for uma pessoa boa durante a vida e praticar a caridade, mesmo assim ela irá para o inferno. É isso mesmo. Essa é a doutrina oficial da Igreja Católica. Aí eu pergunto: Que deus é esse? Há milhões de pessoas no mundo que não são cristãs/católicas mas são dignas, educadas, boas e que seguem os 10 mandamentos mais do que muito cristão/católico mas infelismente terão um destino terrível. Que deus bom né? Faça-me rir.
    Para não dizer que eu estou inventando tudo isso, colocarei abaixo um link de um site oficialmente católico com o dogma oficial da Igreja:
    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=foradaigreja&lang=bra

    Eu fiquei chocado quando lí o trecho: "Ao longo da história da Igreja, houve sempre o dogma de que só há uma Igreja verdadeira, e fora dela não há salvação. Sendo assim, não há liberdade religiosa, de crença, de culto."

    Como assim não há liberdade de culto?
    Deve ser por isso que a Igreja sempre esteve ao lado de governos totalitários e ditatoriais.

    ResponderExcluir
  8. Aí eu pergunto:
    Eu um gay, humilde, sempre procuro ajudar as pessoas, digno, honesto... tudo isso não valerá de nada na hora da minha morte????????? Será que eu me resumo somente a minha sexualidade???? Será que não existe nada de bom dentro de mim que possa ser visto ou aproveitado???????? Será que o meu caráter está restringido ao fato de eu gostar de homem????? E as minhas qualidades... por que ninguém enxerga??????
    Enquanto eu estarei queimando ETERNAMENTE no fogo do inferno, os "cristãos" estarão para sempre no jardim do Éden comendo amoras e vendo gazelas saltitantes pulando pra lá e pra cá com milhões de borboletas posando nas flores, mesmo que durante a vida eles tenham praticado todas as barbáries do mundo. Mas o que conta mesmo na hora da morte é ser batizado. Se foi batizado, já está no céu.

    ResponderExcluir
  9. Resposta 1: Qual é a tradução correta de Lev 18:22?

    “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher: é abominação.”(Bíblia de João Almeida)
    “A homossexualidade é absolutamente proibida, pois é um enorme pecado.” (Living Bible)
    “Não pratique a homossexualidade, é um enorme pecado”. (New Living Translation)
    “E com um homem não te deitarás na cama de uma mulher”[1]
    “E com um homem não te deitarás na cama de tua esposa” [2]
    “Não penetrarás um homem como nos rituais pagãos, é idolatria”.[1]
    “E não penetrarás sexualmente nem um homem, nem uma mulher para humilhá-los, é uma aberração”. [3]
    “E não penetrarás sexualmente um homem como se fosse mulher para humilhá-lo, é uma aberração.” [3]


    Andrey,

    Qual é a versão das demais traduções? Você não especificou.
    De qualquer forma, todas as versões estão corretas, com a diferença de que a versão Bíblia Viva é uma paráfrase, assim como a Bíblia na Linguagem de Hoje e outras mais. Nas demais versões, o tema é o mesmo, o sentido é o mesmo, só muda-se os termos.

    O texto de levítico não trata de idolatria e cultos pagãos. Então seu argumento é falho. Nos demais textos bíblicos sobre o assunto (que são muito claros, ao contrário do que você afirma), tratam de cultos pagãos e idolatria. Mas o fato de que a prática homossexual ser bastante atrelada a cultos de vênus e diana, na cultura Greco-Romana, e a Baal e Astarte entre os povos semitas do Crescente, isso não quer dizer que somente a idolatria seja pecado, e que a prática homossexual é legítima, portanto. Romanos 1 e 2, em seu contexto, é muito claro quanto a questão da idolatria humana por ele próprio e o abandono de Deus. Segundo o Apóstolo Paulo, o merecido castigo é a punição em suas próprias carnes e alma, deixando que se corrompa a natureza ao ponto de se inflamarem mutuamente homens com homens.
    Em I Coríntios, os termos são claros e ão tem ligação a cultos. Aliás, fazem parte de uma lista de pecados que Paulo descreve, das quais Deus é o vingador.

    ResponderExcluir
  10. Resposta 2:

    É como eu sempre digo: Se a bíblia fosse um livro claro e objetivo só existiria uma religião. Qual a interpretação correta das escrituras? A dos católicos romanos? católicos ortodoxos? anglicanos? pentecostais? testemunhas de jeová? espíritas? cabalistas? teologia gay? judeus reformistas? judeus ortodoxos? Ou a de tantas outras milhares?
    Enfim...

    A Bíblia é um livro muito claro. Só não é claro para quem não quer, quem não aceita suas palavras, e não aguenta ouvir e ler a verdade.
    Seu argumento é falacioso e fraco. Existem multiplas religiões pelo fato de que o homem é um ser caído e que foge de Deus, criando seus próprios deuses e argumentando de sua própria maneira como pode se salvar.
    Só existe uma única interpretação das Escrituras. Pra isso existe a Hermeneutica e a Exegese. A Bíblia é interpretada da mesma forma por todos os cristão. Os textos que você alega serem inconclusivos, apenas para vocês é que são inconclusivos, pois para católicos, ortodoxos e protestantes a visão é a mesma, o texto é o mesmo (escrito em versões diferentes, mas com o mesmo sentido e interpretação). Da mesma forma os Judeus também fazem a mesma exegese dos texto, sendo que os messiânicos (que aceitam cristo como messias e o Novo Testamento como Escritura Sagrada) também concordam com a interpretação cristã. São duas religiões de comum acordo quanto a visão de seus textos sagrados, o judaísmo e o cristianismo.

    ResponderExcluir
  11. Quanto a sua resposta ao Olívio, mais uma falácia.

    Deus ama o pecador sim! Já leu João 3:16?????

    Mas Deus abomina o pecado e seus praticantes também. Em que sentido? Todos os homens estão sob a ira de Deus, passíveis de condenação eterna. O Juízo de Deus é descrito como a Ira de Deus, e ele julgará o pecador por suas obras más, pois não foram justificados por Cristo e sua obra meritória.

    De qualquer forma, o pecado continua pecado. E se alguém quer se aproximar de Deus, mas não se arrepende do pecado e nem o abandona, sinto em lhe dizer, mas caminha para a condenação do inferno.

    Paciência!

    ResponderExcluir
  12. Hã?
    A bíblia é interpretada da mesma forma por todos os cristãos? Que mentira!
    A maioria das denominações são muito diferentes entre si.
    E você realmente acha que judaismo e cristianismo são religiões muito próximas? Não são não. Apesar do cristianismo ter surgido do judaísmo, as duas religiões são muito distintas. Judeus são reencarnacionistas, cristãos não. Judeus não acreditam em céu e inferno, cristãos sim. Judeus acreditam em astrologia e numerologia, cristãos não. Só para tu teres uma noção da diferença entre as duas religiões, colocarei abaixo alguns links de um site genuinamente judeu:

    Judaismo e Reencarnação
    http://www.chabad.org.br/interativo/faq/reencarna.html

    Judaismo e Astrologia
    http://www.chabad.org.br/biblioteca/artigos/astrologia/index.htm

    Judaísmo, Paraíso, Inferno e Purgatório
    http://www.chabad.org.br/interativo/FAQ/recompensa.html
    http://www.chabad.org.br/interativo/faq/ceuinferno.html

    Cadê a semelhança entre as duas religiões?

    ResponderExcluir
  13. E a propósito, não existe Judaísmo Messiânico.

    ResponderExcluir
  14. Primeiro: Você erra novamente por desconhecer o judaismo.
    Segundo: Os site que você apresetou é da seita Cabalista, que não representam o judaismo como um todo.
    Terceiro: O Judaismo Ortodoxo não crê em Reencarnação e não são exotéricos.

    Mais um argumeto falho. É como se você estivesse generalizando todos os protestantes pela teologia das testemunhas de jeová ou mórmons, que são seitas para-protestantes.

    ResponderExcluir
  15. Resposta 3:

    Não são os cristãos que serão os únicos salvos. Os salvos são os que se converteram a Cristo e fato e de verdade, se arrepederam de seus mais caminhos e foram justificados pela Graça de Deus e o sacrifício de Cristo na cruz. Esses são os salvo verdadeiros. Nenhuma religião pode salvar.
    Todavia, a única religião que prega esta mensagem é o cristianismo. Então...!!! O protestantismo vem dar uma resposta ao Papado Romano, e oferecer uma alterativa de sair desta mentira da qual apenas uma religião correta existe. Religiões são religiões, mas a resposta ao homem é o próprio Filho de Deus. Quem tem esta mensagem? O cristianismo bíblico.

    Vc tem toda razão de se chocar com uma inverdade destas.

    ResponderExcluir
  16. Independente de ser ortodoxo, reformista, messiânico ou liberal, não há um consenso entre os diversos segmentos. Nem entre os muçulmanos há.
    Eu vou para o inferno?
    Para você eu vou para o inferno por ser homossexual.
    Para a Igreja Católica, você vai para o inferno por ser protestante, como eu escrevi alí em cima sobre a doutrina oficial da Igreja.
    Para um protestante de uma denominação o da outra irá para o inferno.

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho pena de quem mora lá na Tailândia, um país quase 100% budista. A maioria das pessoas lá nunca ouviram falar em Cristo. Vão todos para o inferno.
    Que culpa elas têm?

    ResponderExcluir
  18. Você disse: "Não são os cristãos que serão os únicos salvos. Os salvos são os que se converteram a Cristo e fato e de verdade, se arrepederam de seus mais caminhos e foram justificados pela Graça de Deus e o sacrifício de Cristo na cruz. Esses são os salvo verdadeiros."
    ____
    Ué, mas se uma pessoa se converte a Cristo ela, obviamente, se torna cristã. Se uma pessoa só é salva se aceita a Cristo, então, pela lógica, só os cristãos são salvos.

    ResponderExcluir
  19. Andrey disse:
    Aí eu pergunto:
    Eu um gay, humilde, sempre procuro ajudar as pessoas, digno, honesto... tudo isso não valerá de nada na hora da minha morte????????? Será que eu me resumo somente a minha sexualidade???? Será que não existe nada de bom dentro de mim que possa ser visto ou aproveitado???????? Será que o meu caráter está restringido ao fato de eu gostar de homem????? E as minhas qualidades... por que ninguém enxerga??????
    Enquanto eu estarei queimando ETERNAMENTE no fogo do inferno, os "cristãos" estarão para sempre no jardim do Éden comendo amoras e vendo gazelas saltitantes pulando pra lá e pra cá com milhões de borboletas posando nas flores, mesmo que durante a vida eles tenham praticado todas as barbáries do mundo. Mas o que conta mesmo na hora da morte é ser batizado. Se foi batizado, já está no céu.

    Resposta 4:

    Héteros humildes também fazem o mesmo. Me poupe deste argumento! Vai fazer igual a novela Tititi? Apresentar o gay como sendo a única pessoa centrada, ajuizada e coerente, sem nenhum problema e com todos os recantos de sua vida muito bem resolvidos, enquanto todos os demais persoagens parecem um bando de doentes mentais, desequilibrados, mal-resolvidos e consumidos pela dúvida? Por favor!!!

    Ser bonzinho não é privilégio para alguns, e não serve de nada pra ninguém.
    A Bíblia diz:
    "pois todos pecaram e carecem da glória de Deus," Romanos 3:23
    "todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer." Romanos 3:12 e Salmo 53:3
    "visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado." Romanos 3:20
    "sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado." Gálatas 2:16
    "e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos," Efésios 2:5
    "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;não de obras, para que ninguém se glorie." Efésios 2:8,9
    "Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades, como um vento, nos arrebatam." Isaías 64:2

    Nada de bom há no homem natural. Nada se aproveita dele. O homem natural é caído e morto em seus pecados. Pratica a maldade, a mentira, e o erro. Toda a sua justiça e obras de bondade, não compram a Deus, que lhes oferece a jsutificação dos pecados por meio de Cristo, seu filho. O único sem pecado e merecedor de toda obra.
    Não querer deixar o pecado, a ainda assim, querer justificar-se diante de Deus por boas obras é uma tarefa inglória e inútil. Deus não barganha com nossas supostas bondades, uma passagem para a vida eterna.
    Tens razão em questionar se apenas a sua sexualidade o define como pessoa. Você está certo. Não defie. Mas seu pecado lhe condena, pois é pecado em natureza. Sua prática homoafetiva não te resume, mas é responsável por lhe conduzir ao inferno.

    ResponderExcluir
  20. continuação:

    A vida eterna consiste em estar livre de todas as condições humanas, na eternidade, na presença de Deus. Se você acha que a vida vindoura é um lugar que premia os maus, então o problema é seu.
    A Glória de Deus é para aqueles que conheceram e fizeram a sua vontade. Para os salvos e lavados no sangue do Cordeiro, cujos pecados estao todos perdoados pela justiça de Cristo (não pela nossa própria justiça), e que dão frutos de arrependimeto.
    Você parece preso a religião, e com isso acha que, por exemplo, os cruzados na idade média, são premiados por Deus pelo fato de serem cristão.
    Deus não premia assassinos, pecadores e pessoas que não se arrependem. Deus não premia quem mata pela fé, tortura ou aterroriza, sendo cristão ou não, sendo muçulmano ou não, sendo que religião for ou não.
    Religião é religião. Você já devia saber muito bem isso!!! Os que vivem pela religião e suas normas, vivem por obras, e obras não podem justificar e salvar o homem.
    A Fé em Cristo é quem te salva, e a fé te conduz a comunhão com Deus e com sua igreja, a noiva de Cristo.

    ResponderExcluir
  21. Não assisto novela e em nenhum momento eu disse que um gay é a única pessoa centrada, ajuizada, coerente e sem nenhum problema. Eu apenas quis dizer que as pessoas condenam um gay só pelo fato de ser gay. Com certeza há gays desequilibrados, mal-resolvidos e confusos, nunca neguei isso. Mas nem todos são assim e sinceramente, a minoria é assim. Eu conheço dezenas de amigos gays muito bem resolvidos, discretos, realizados e convictos. Quando você anda na rua, você não tem noção de quantos gays podem estar passando na sua frente. Agora vir me dizer que todos os gays são estéricos, usam rosa, rebola, são promíscuos, se prostituem e tudo o mais é de uma ignorância tremenda. Vá ao Rio de Janeiro e passe por Copacabana e você verá quem são os desequilibrados. Eu conheço muito bem esses lugares, pois nasci no Rio. Na Av. Atlântica a quantidade de bordéis, casas de swing e prostituição não é brincadeira não. O que tem de homens casados com aliança no dedo que frequantam esses lugares para extravasar suas frustrações não é brincadeira não. Nem vou falar da Praça Mauá no Centro pois aí já é covardia.
    Eu não quero deixar o pecado??? E dá para deixar??? Eu posso deixar de transar com homens, casar com uma mulher e ter filhos. Mas continuarei sendo gay. Deixar de praticar a homossexualidade é fácil. O que tem de homem casado e com filhos mas que no fundo gosta mesmo é de um bom macho... há milhares assim. E são esses sujam o nome dos gays resolvidos.

    ResponderExcluir
  22. Resposta 5:

    Andrey disse: Independente de ser ortodoxo, reformista, messiânico ou liberal, não há um consenso entre os diversos segmentos. Nem entre os muçulmanos há.
    Eu vou para o inferno?
    Para você eu vou para o inferno por ser homossexual.
    Para a Igreja Católica, você vai para o inferno por ser protestante, como eu escrevi alí em cima sobre a doutrina oficial da Igreja.
    Para um protestante de uma denominação o da outra irá para o inferno.


    Afinal de contas: Você quer consenso em quê? Quem foi que disse que todas as religiões tem que dizer a mesma coisa? Quem disse que todas elas dizem a verdade? Porque esta ser retissente com a religião pela religião. Mas você nunca verá, nas questões centrais do cristianismo e da pregação de Cristo, incluindo o que se define como pecado, discordâncias. Mesmo o Judaismo concorda com o que é pecado. Ainda mais o Islamismo, que nada tem haver conosco, mas para ser criado, bebedo do judaismo e do cristianismo.

    Todo homem natural e caído é destinado ao inferno. Parece que você não entedeu nada, mas a salvação vem por meio de Cristo. Só é salvo quem passa pela Cruz de Cristo. Só é salvo aquele que se arrepende de seus pecados e se humilha na presença de Deus. Só é salvo aquele que reconhece sua condição e é feito filho de Deus por meio da fé em Cristo Jesus e sua obra redentora. Fora desta realidade inexoravel, todo homem já está condenado ao inferno.

    Eu não acho que você vai para o inferno por ser homossexual. Se você for ao inferno após a morte, é porque você é pecador, e não se arrependeu de seus pecados. Simples! O homem é condenado por suas obras más, o homem é condenado por sua condição como nascido em pecado e como herdeiro do pecado. O homem é condenado ao inferno e a separação total de Deus pela prática do homossexualismo, da mentira, do roubo, do adultério, do homicídio, da inveja, da soberba, do amor ao dinheiro, da prostituição, e de toda sorte de mal.

    Você desconhece a realidade dos evangélicos. Nos discordamos de muitos pontos, mas nenhum de nós diz que a outra denominação vai ao inferno. Não nos meça pelo seu antigo catolicismo. Nenhum batista amaldiçoa um presbiteriano ao inferno por ser presbiteriano, e vice-versa. Nenhum pentecostal o faz com um metodista, e vice-versa. Mas somos unidos em pontos principais do Evangelho e que nos definem como Protestantes: Sola Fidi, Sola Gratia, Solo Cristo, Sola Scriptura, Soli Deo Gloria!

    ResponderExcluir
  23. O que é mais digno: Ser verdadeiro consigo e com os outros ou enganar uma mulher e a família por não se aceitar?

    ResponderExcluir
  24. Resposta 6:

    Andrey disse: Eu tenho pena de quem mora lá na Tailândia, um país quase 100% budista. A maioria das pessoas lá nunca ouviram falar em Cristo. Vão todos para o inferno.
    Que culpa elas têm?

    Não é verdade! Há cristãos tailandeses sim. É verdade eles são QUASE 100%' budistas. Entendeu? QUASE!!!
    De qualquer forma, todos serão salvos? Claro que não!

    ResponderExcluir
  25. Resposta 7:

    Andrey disse: Você disse: "Não são os cristãos que serão os únicos salvos. Os salvos são os que se converteram a Cristo e fato e de verdade, se arrepederam de seus mais caminhos e foram justificados pela Graça de Deus e o sacrifício de Cristo na cruz. Esses são os salvo verdadeiros."
    ____
    Ué, mas se uma pessoa se converte a Cristo ela, obviamente, se torna cristã. Se uma pessoa só é salva se aceita a Cristo, então, pela lógica, só os cristãos são salvos.


    Não entendeu nada mais uma vez!
    Todo aquele que se converte a Cristo, é um cristão por consequencia. Segue os ensinos de Jesus e vive uma vida que demonstra nas ações a vida de Cristo. Mas nem todo o cristão é um convertido a Cristo.

    Você, como ex-católico, sabe que o Brasil é o mais país romanista do mundo. Mas quantos destes milhões de brasileiros que se dizem católicos, de fato o são? Quantos vivem de acordo com a fé que dizem professar?
    A mesma coisa. Quem se converte a religião, a religião se converteu. Mas aquele que se converte a Cristo, se entregou nas mãos daquele que é objeto de nossa adoração!

    ResponderExcluir
  26. Você disse: "Você desconhece a realidade dos evangélicos. Nos discordamos de muitos pontos, mas nenhum de nós diz que a outra denominação vai ao inferno. Não nos meça pelo seu antigo catolicismo. Nenhum batista amaldiçoa um presbiteriano ao inferno por ser presbiteriano, e vice-versa. Nenhum pentecostal o faz com um metodista, e vice-versa. Mas somos unidos em pontos principais do Evangelho e que nos definem como Protestantes: Sola Fidi, Sola Gratia, Solo Cristo, Sola Scriptura, Soli Deo Gloria!"
    _____
    Negativo, eu não desconheço os protestantes. Quando eu saí do catolicismo, eu virei adventista (hoje não sou nada) e tenho vários parentes protestantes. a família do meu pai é toda protestante de denominações diferentes. E não me venha falar que um protestante de uma denominação não condena o outro ao inferno. E não há unidade no protestantismo. Essa foi boa!

    ResponderExcluir
  27. Respsota 8:
    Andrey disse: "Eu conheço dezenas de amigos gays muito bem resolvidos, discretos, realizados e convictos. Quando você anda na rua, você não tem noção de quantos gays podem estar passando na sua frente."

    Isso não muda nada o fato de que mesmo "resolvido", "convicto" e "discreto", o pecado continuie sendo pecado. Tem muito adultero convicto, resolvido e discretíssimo, aliás, que manda chifre na mulher. Vai perecer pelos maus caminhos do mesmo modo.

    Andrey disse: "Agora vir me dizer que todos os gays são estéricos, usam rosa, rebola, são promíscuos, se prostituem e tudo o mais é de uma ignorância tremenda."

    Eu disse isso alguma vez? Mostre aonde! Mesmo assim, a sociologia e a psicologia demostra que a MAIORIA dos homossexuais levam uma vida sexual muito mais ativa que os heterossexuais, possuindo múltiplos parceiros, e possuindo, inclusive, relacionamentos abertos de comum acordo. Porém, os ditos estáveis, são muitas vezes as vítimas pacionais de crimes de homicídio. O Grupo Gay da Bahia e o seu Luiz Motti não diz isso, diz?
    Falar de frequentadores de bordeis da zona ou de bairros nobres e inplicitamente dizer que alí só frequentam heteros, isso sim é que é ignorância. Estes inferninhos, zonas e locais de prostituição somam pessoas de toda espécie, heteros, bis, e homos, homens e mulheres, adultos e adolescentes. É claro que nem todos os homossexuais vão a estes lugares. Claro que não. Você praticamente jogou todos os heteros na vala comum. É assim que você vê o mundo? Mas você tem razão! tudo isso é um reflexo desta sociedade sem moral e valores, que está longe de Deus e vive por sua própria conta. Isso não é exclusividade de nenhum sexo ou opção sexual. Isso é a natureza humana caída! O fato de existeirem homossexuais que se casaram não sigifica nada. Continuam no erro e pagarão por isso. Isso não muda nada!

    Andrey disse: "Eu não quero deixar o pecado??? E dá para deixar??? Eu posso deixar de transar com homens, casar com uma mulher e ter filhos. Mas continuarei sendo gay. Deixar de praticar a homossexualidade é fácil. O que tem de homem casado e com filhos mas que no fundo gosta mesmo é de um bom macho... há milhares assim. E são esses sujam o nome dos gays resolvidos."

    ResponderExcluir
  28. Continuação:

    Sim! É para deixar o pecado. Provérbios 28:13 diz: "O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia."

    Mas você não disse que a sua sexualidade não te define como pessoa??? Como é que é isso?!?!?!?!? Contradição!
    Um gay resolvido é aquele que jamais deseja abandonar seu pecado. Mas o que deixa o mal, se resolve consigo e com Deus.

    ResponderExcluir
  29. Você disse: "Mas você não disse que a sua sexualidade não te define como pessoa??? Como é que é isso?!?!?!?!? Contradição!
    Um gay resolvido é aquele que jamais deseja abandonar seu pecado. Mas o que deixa o mal, se resolve consigo e com Deus."
    ____
    Não entendi essa parte. Não vi a contradição.
    Eu não desejo e não vou deixar de ser homossexual, já sofri muito me negando

    ResponderExcluir
  30. Você disse: "Falar de frequentadores de bordeis da zona ou de bairros nobres e inplicitamente dizer que alí só frequentam heteros, isso sim é que é ignorância. Estes inferninhos, zonas e locais de prostituição somam pessoas de toda espécie, heteros, bis, e homos, homens e mulheres, adultos e adolescentes. É claro que nem todos os homossexuais vão a estes lugares. Claro que não. Você praticamente jogou todos os heteros na vala comum."
    _____
    Pelo visto você não conhece o Rio de Janeiro. Eu vi que você mora em Manaus. Manaus e Rio são cidades extremamente diferente, tanto em questões geográficas (é lógico!) quanto em questões culturais e comportamentais. Aqui no Rio as coisas são muito segmentadas/segregadas, talvez em Manaus não seja assim mas no Rio é. Nesses lugares não frequentam gays, pelo menos no Rio. São héteros mesmo.
    Aqui tudo é bem separado e segmentado. Até a praia é separada. Nas praias em Ipanema e na Barra da Tijuca, existe a zona gay, a zona dos surfistas, a zona dos que curtem reggae, zona dos hippies, a zona dos pitboys, a zona dos idosos, zona nudista, etc.... E ninguém entra na zona do outro. As baladas e boates gays no geral são bem mais seguras e comportadas que a dos heteros, que vive tendo brigas e confusões. Só conhecendo mesmo a cidade a fundo para saber detalhes.


    Você disse:"É assim que você vê o mundo? Mas você tem razão! tudo isso é um reflexo desta sociedade sem moral e valores, que está longe de Deus e vive por sua própria conta. Isso não é exclusividade de nenhum sexo ou opção sexual. Isso é a natureza humana caída! O fato de existeirem homossexuais que se casaram não sigifica nada. Continuam no erro e pagarão por isso. Isso não muda nada!"
    _____
    Não entendi muito bem essa parte, mas enfim...percebi que você tem uma visão meio negativa da vida, é só a minha opinião. Tudo para ti é imoral, errado e tudo mais. Eu não vejo nada disso errado. Não acho errado alguém frequentar um bordel, desde que não esteja casado (a menos que a esposa concorde) e seja responsável. Eu acredito no seguinte: "Viva a sua vida e seja feliz." Felicidade é subjetivo. Não há um único caminho para atingí-la. Na verdade há sim: O caminho do eu interior. Não acho que uma pessoa deve se negar em prol de um deus, uma religião ou o que um livro sagrado diz. Eu não deixarei de viver a minha vida por isso não, já sofri muito me negando e me escondendo.


    Você disse: "...a sociologia e a psicologia demostra que a MAIORIA dos homossexuais levam uma vida sexual muito mais ativa que os heterossexuais, possuindo múltiplos parceiros, e possuindo, inclusive, relacionamentos abertos de comum acordo."

    Não sei o que a psicologia diz sobre isso e não quero saber. Não acredito nessa protociência. Mas se os homossexuais têm uma vida sexual mais ativa acredito que seja por causa da desinibição. A população aqui no Brasil ainda é muito religiosa e conservadora por isso as mulheres ainda tem aquele sonho de encontrar o príncipe encantado, sua alma-gêmea que irá completá-la, casar virgem de véu e grinaldas na igreja e os homens também tem um sonho de encontrar uma mulher "correta", virgem, formarem uma família e viverem para sempre juntos. Os héteros (não todos) no geral são mais conservadores nos costumes, isso tudo é cultural. Os gays não. Na Europa é diferente. Países liberais e menos conservadores como Suécia, Holanda, França entre outros a população hétero é tão desinibida quanto a homossexual.

    ResponderExcluir
  31. Encerro por aqui a minha participação. Isso aqui virou uma verdadeira luta de egos, um tentando convencer o outro de quem está certo. Cada um tem a sua convicção e pronto. Você não aceita os homossexuais e eu continuarei sendo homossexual como sempre fui. Estamos quites então.

    ResponderExcluir
  32. Resposta 9:
    Andrey disse: "O que é mais digno: Ser verdadeiro consigo e com os outros ou enganar uma mulher e a família por não se aceitar?"

    Você só será verdadeiro com você mesmo se você parar de se justificar e dizer que você "É GAY". Você não é gay, você ESTÁ GAY. Você é uma pessoa que, por criação é a imagem de Deus, e que a sua sexualidade não é o resumo de tudo o que você é. Esta imagem de Deus, infelizmente está corrompida e necessita de redenção. O poder do Cristo e a Salvação por ele oferecida a todo o homem tem a capacidade de te transformar, mudando atitudes e pensamentos, que por anos foram condicionados a viver de forma errada. Uma nova vida em Deus traz, como diz a Escritura: "E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas." II Coríntios 5:17.

    ResponderExcluir
  33. Misericórdia! :-O
    Como pode uma pessoa dessa ser formada em psicologia? Em uma universidade federal ainda por cima. É por isso que nossa profissão está cada vez menos sendo levada a sério. Uma pessoa que usa as suas convicções religiosas acima da ciência. Tenho pena dos clientes do dono desse blog, devem entrar mal e sair pior ainda do consultório.

    ResponderExcluir
  34. Andrey,

    Sei que provavelmente você não lerá mais nada aqui, mas ainda assim irei responder.

    Conheço o Rio sim. Sua cidade é muito linda e possui um clima totalmente diferente de qualquer outra cidade do Brasil e do Mundo. Também sei que os locais de frequentação de determinados grupos sociais são segmentados, como você afirmou. O ponto não é este. A questão é que não existe qualquer coisa que possa justiuficar as atitudes e comportametos erradas de um com base no erro do outro.

    Minha perspectiva da vida não é negativa. É positiva, livre da condição humana e sem estar mais escravo de qualquer coisa. Infelizmente, este último comentário seu, você revelou o que está dentor de você. Você ão consegue deixar o homosseuxalismo não pelo fato de que ele é mais forte que você, mas sim porque você não quer viver uma vida com Deus. Você quer sseguir seu próprio caminho e escolhas, mesmo que elas te levem para um lugar ruim.

    Se você não acha que um bordel é um lugar inapropriado pra qualquer um, isso é um direito seu inalienável. Se pra você, a felicidade é a fugaz emoção proporcionada por instantes efêmeros que nos remontam a vida plena em Deus, mas que não passam de sentimentos enganosos e frívolos, que seja. É a sua forma de ver a vida.
    Jesus mesmo foi quem disse: "e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim." Mateus 10:38. "Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me." Mateus 16:24. "Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me." Marcos 8:34. "E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo." Lucas 14:27.

    É uma pena, pois Cristo te espera de braços abertos.

    Por fim, acho que você deveria conhecer melhor a psicologia, antes de defini-la preconceituosamente como uma protociência.
    Saiba que os militantes da sua causa a tem por uma das maiores aliadas, além do que a Psicologia já se firmou a mais de 100 anos como uma ciência amplamente reconhecida, tendo seus métodos, objetos de pesquisa, seus resultados e aplicação na sociedade.
    Mais respeito ao falar a profissão de alguém, principalmente quando esta é dígna.

    Lamento que para você tudo não passou de uma luta de egos. Na verdade, se eu lutei, foi por você, de forma a presentar-lhe a salvação em Cristo. Não me sinto exaltado por isso e fico, na verdade, é muito feliz, em poder conversar com você. Saiba que eu aceito sim os homossexuais. Eu só não concordo com o que eles fazem entre quatro paredes e dentro de suas cabeças (na imagimação). Sou capaz de apertar a mão de qualquer um, dar um abraço cordial, conversar em um banco de praça, e agir com respeito, dando a devida dignidade a pessoa humana.
    Sou contra os homossexeuais serem discriminados e passarem por violências crueis, mortos, feridos, agredidos, proibidos de trabalhar, ou de servir ao país de forma a contribuir como qualquer outro cidadão.
    Mas sou terminantemente contra e opositor ferrenho a qualquer militância gayzista que, a pretexto de proteção, venha prejudicar a qualquer outro grupo social, por meio a intimidação e da força de lei, tirando a liberdade e os diereitos civis duramente conquistados pelos anos de democracia. Querem fazer a Parada Gay em todos os anos? Podem fazer! Mas quero o meu direito de dizer o que penso sobre ela, sem ser ameaçado de prisão, ou coagido ao silêncio forçado.

    ResponderExcluir
  35. Alicia,

    Como posso ser formado em psicologia? Por mérito!
    Conclui o que comecei. E por ser psicólogo eu não sou obrigado a repertir e concordar com a maioria. Defendo meu ponto de vista com base na ciência e na minha fé, principalmente. Descer ao nível da ofença pessoal é que é ridículo. Mas vou deixar passar.

    Andrey,

    Você não é obrigado a cotinnuar ledo isso aqui não. Se você quizer, você pode nunca mais entrar neste blog. O direito de ir e vir é seu.
    Que ser gay? Seja!
    Arque com o ônus disso!

    ResponderExcluir
  36. Demetrius, eu só acho que você deveria guardar a sua fé para você. Psicólogo não deve colocar as suas convicções religiosas no meio. Imagina só um professor de biologia chegar na sala de aula e ensinar criacionismo para os alunos. Nada a ver, né!

    ResponderExcluir
  37. Não sei se você trabalha na parte de consulta psicológica, mas muitos psicólogos tiverem problemas justamente por colocar religião no meio.
    Fico pensando se um gay atribulado entrar no seu consultório e você ficar falando que é errado, que ele deve se converter, fazendo ele se sentir um lixo. Nossa, garanto que ele irá sair pior do que entrou.

    ResponderExcluir
  38. O suicídio de gays vem aumentando no mundo justamente por causa das pessoas que dizem que aceitam mas não perdem a oportunidade de jogar mil pedras nos outros. Vide recentes casos nos Estados Unidos.

    ResponderExcluir
  39. Alicia,

    Discordo!
    Então vamos clarificar as coisas:

    1. A minha formação em psicologia e a minha titulação, não me proibem de expressar e compartinhar com quem quer que seja, a minha fé. É um direito meu, inalienável e garantido pela Constituição Federal (artigo 5º, leia), e que me a minha liberdade de culto e de fé, podendo atuar na evangelização, como agente ativo de minha comunidade. Se você é contra a evangelização, então acho que você aprova as ações de países que punem, multam, prendem e até executam pessoas por expressar sua fé, como Cuba, Irã, Mauritânia, Indonésia, etc., estou errado?
    2. Você está pressupondo que eu sou um profissional anti-ético, sem me conhecer, sem conhecer minha conduta profissional e sem conhecer nenhum do meus pacientes que atendi em consultório. Eu respeito o Código de Ética de minha profissão e o CFP, muito embora seu discorde de muitas de suas resoluções.
    3. O CFP, em seu código de ética, me proibe influenciar e fazer proselitismo religioso, dentro do exercício da psicologia, na prática clínica ou institucional. E isso eu não faço, coisa que você me julgou como alguém que o faz.
    4. Mesmo assim, o CFP faz vistas grossas a introdução de práticas religiosas, principalmente quando isto lhe convém. É sabido de todos que, no país, centenas e centenas de psicólogos usam e abusam de metodologias e abordagens com cunho exotérico, psicologia trans-pessoal, Florais de Bach, Terapia de Vidas Passadas, e até quem faça ocultismo. Mas se tratando dos cristãos protestantes, o CFP nos trai pelas costas e legislam em causa própria (veja estes links: http://darthmetrius.blogspot.com/2009/08/conselho-federal-de-psicologia-e.html).
    5. Acho que você também deve desconhecer as mais recentes práticas metodológicas e teóricas da clínica em psicologia. Se você conhece a Teoria Construtivista-Social, deve saber que a mesma, ao se utilizar da linguagem como forma de significação do mundo, lança mão de conceitos e princípios religiosos.
    6. Você pressupões, mais uma vez, que eu massacro os homossexuais em meu consultório. Como eu disse, apenas pressupões, e muito mal, pois o que você faz é indelicado e muito pouco cortez. Eu não atendo a homossexuais, e quando o faço, são os casos onde o paciente (ou cliente) deseja deixar o comportamento homossexual.
    7. Discordo da sua afirmação de que é um absurdo um professor de biologia ensinar sobre o criacionismo. Pelos seguintes motivos: 1) A hipótese da evolução até hoje não tem comprovação científica, carecendo extremamente de provas, sendo que os dawinistas tentam empurrar a fina força tudo isso como uma verdade inexorável a nossas crianças, adolescentes e jovens; 2) Se você se atualizar um pouco sobre o tema, vai descobrir que o evolucinismo está caindo em descrédito a Europa e principalmente nos EUA, onde muitos mebros da comunidade científica estão voltado ou fazedo releituras do criacionismo, ou propondo novas idéias, como a do Design Inteligente. Daí a reação desesperada dos neo-ateus, que ultimamente querem provar a inexistência de Deus e assim manter o status quo da teoria da evolução, como Richard Dawkins e Christopher Hitchens.
    8. Você afirma outra inverdade. As estatísticas mostram que suicídios entre gays são motivanos por multiplos fatores. Certo é se dizer que a discriminação e ódio de setores da sociedade é um fator significativo, mas não é o único. Dizer que a aceitação fingida de comunidades religiosas é a causa do crescimento do índice de suicídios entre homossexuais é um absurdo. Uma afirmação irresponsável.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...