quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O "MUNDO" É "GOSPEL" E PORNÔ: tudo por "crentes" e para "crentes"

Por Demetrius Farias

Eu já vi muita coisa estanha sendo feita em nome de Deus e em nome de Jesus. Tem pastor picareta que pede o "trízimo", tem bispo que fez de sua seita um verdadeiro terreiro de macumba gospel, e o seu líder aprova feitiçaria gospel da braba e tem desejos megalomaníacos. Já vi pastora que virou pastora sapatão, já vi igreja onde Deus virou mulher e sua líder permite que a alta sacerdotisa de Ísis fale em conferência feminista. Já vi famoso teólogo zombar da soberania de Deus, teólogos de meia-tigela defendendo que o não-dízimo (Canalhice pior que a dos vendilhões da fé. Fala sério varão, digo eu!!!), pastores abortistas (dois deles) e "judaísmo evangélico". Pastor que adultera com esposa do fiel a mando de Deus, e falso profeta que tirava suas revelações do orkut. Eu poderia passar o dia listando as piores obras perpetradas por quem diz ser servo de Deus, e age de acordo com o diabo, mas eu não farei isso, pois perderia o meu propósito nesta postagem.

Fato é que: depois que o "Gospel" caiu na moda, a cada dia que passa, mais e mais produtos, modas, esquisitices e bizarrices são criadas com a marca "Gospel", na tentativa de atrair crentes. E devo dizer, que neste caso específico, crentes de "mer...", já que tem cabrito que se presta a promover e aceitar qualquer porcaria, desde que tenha a marca "Gospel".

Vejam estes casos divulgados pelo site do Yahoo Brasil:



Religião e sexo nunca foram assuntos que andaram lado a lado. Para muitas crenças, o sexo é apenas parte do processo reprodutivo e o prazer é condenado. Outros acreditam que o sexo deva ser feito apenas depois do casamento e apenas com a pessoa que Deus escolheu para você.
E onde tem sexo, tem gente investindo para deixar tudo mais... divertido! É o que vem acontecendo, nos últimos anos, com a indústria gospel. Isso mesmo, indústria gospel relacionada ao mundo do sexo! Essa semana todo mundo resolveu falar de uma empresa que está produzindo filmes eróticos evangélicos. Todas as obras têm enfoque claro e seguem regras de conduta: os protagonistas dos filmes são casais — marido e mulher mesmo - na vida real, todas as cenas seguem preceitos do sexo cristão — e tem a religião como princípio -, nunca é extraconjugal e práticas como ménage, sadomasoquismo e nudismo (!) são impensáveis.
A ideia desses filmes é ensinar aos casais cristãos como eles podem ter e proporcionar prazer de acordo com a Bíblia — incluindo posições sexuais e tratamentos respeitosos ao órgão do outro. Mas a indústria do sexo gospel não é baseada apenas em filmes em que, pelo que eu entendi, rola sexo de roupa. Também há outras... atividades nesse mercado. Quer conhecer?

Sex shop para casais religiosos
Apimentar a relação de acordo com preceitos da Bíblia é a missão de alguns sex shops online. O Book 22 foi o primeiro deles e a história é que o casal que o criou estava, segundo o site NPR.com, cansado de buscar soluções para sua vida sexual e só encontrar pornografia.
Existe também o My Beloved Garden, que oferece produtos para casados. E há também o Intimacy of Eden. Mas não se assuste se o que você encontrar nessas lojas for igual ao que vê em outras sex shop, o que muda é só o nome. Eles vendem o produto e cada um usa como quer, então...

Pole dance para Jesus
Uma americana resolveu criar o esporte e fez algumas mudanças nas aulas convencionais de pole dance, ou dança do poste. Primeiro, as músicas: nada de música de boate, apenas louvores cristãos ou músicas gospel populares. Depois, os movimentos, que não são tão sensuais quando nas aulas normais, afinal, é um momento de adoração.
Além disso, é um exercício físico que deixa as mulheres mais fortes para lidar com os problemas do dia a dia.
"Eu acho que não há nada de errado com o que eu faço. Eu ensino mulheres a se sentir bem consigo mesmas, ensino elas a sentirem-se poderosas. Qualquer um que quiser me julgar, Crystal Deens, criadora da modalidade, para a rede de TV americana Fox News.


Swing gospel
Esse é o nome de um grupo musical que canta temáticas religiosas, mas não é sobre eles que estamos falando. O swing gospel do qual estamos falando é igualzinho àquele não religioso, em que as pessoas trocam de casal e fazem sexo por puro prazer, sem sentimentos ou ligações matrimoniais.
Não há uma casa especializada na prática também conhecida como "sono inocente", mas foram encontrados alguns anúncios em classificados sexuais de casais evangélicos procurando moças evangélicas para fazer parte do relacionamento.
E então, casais evangélicos também sofrem com a monotonia do sexo e curtem apimentar a relação de vez em quando?
Não adiante aparecer aqui algum estúpido para criticar o povo protestante e nem defender, no mínimo, esta dançarina de Pole Dance. O que me aborrece é forma como os ímpios encaram isso (e por culta nossa)! Eu já disse algumas vezes na minha vida: "Se você quer abraçar o mundo, cair de boca no pecado, viver a vida livre de Deus? Então vá! Faça o que você quiser. Se esbalde na lama do mundo e do pecado. Faça tudo o que você desejar. Mas só me faça um favor: "Não saia depois dizendo por aí que você é evangélico, ou que frequenta a minha igreja." Já basta meus próprios pecados para desonrar a Deus e a sua Igreja. Não precisamos de quem gosta de jogar lama em sua própria cara e na cara dos outros. Dois exemplos disso que eu acabo de descrever são Monique Evans e Gretchen. Duas celebridades que anos atrás se afirmaram como evangélicas, causando alvoroço no meio "gospel", tirando "aleluias" e "glórias a Chessus". Mas com o tempo, ficou claro que ambas nunca haviam se convertido, vivendo de modo ainda mais devasso do que antes da suposta conversão. Monique hoje vive mais comportada, embora permaneça "Louquinha da Silva", mas a tal "rainha do bumbum" se revelou uma excelente mãe, esposa e fiel serva de Deus, só para ser sarcástico. Ela nem como atriz "pornô gospel" fez sucesso.

Mas os evangélicos de hoje estão tão mal falados, culpa dos pastores ladrões e seus seguidores também nada exemplares (que roubam o chefe, dão cheque-sem-fundo, são preguiçosos no trabalho, dão mal testemunho, sonegam impostos, se embriagam, fumam, adulteram, fornicam, mentem, vão para o show do Michel Teló e do Restart, etc, etc e etc...), que os não-evangélicos passam a acreditar que todos são assim. Este é o reflexo do liberalismo que vem do norte do globo terrestre e encontrou abrigo no hemisfério sul, principalmente no Brasil. Todo o lixo teológico que existe desde o século XIX e depurou-se no século XX, é aceito como uma novidade abençoada entre o povo evangélico brasileiro do século XXI, o que só confirma que somos atrasados até em questões teológicas.

O resultado está aí. Esta avalanche de imoralidade e falta de maturidade cristã que assola o país, e que é motivo de deboche dos ímpios. Se o Brasil cair no mesmo destino dos cristãos europeus, que morrem aos poucos e sem deixar uma herança para a eternidade, seremos testemunhas disto em pouco tempo, pois o mal avança a passos largos entre os que se dizem "gospel".

Que Deus mesmo tenha misericórdia de nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...