segunda-feira, 11 de julho de 2011

JAIR BOLSONARO PRESTA UM DESSERVIÇO A CAUSA CRISTÃ

Por Demetrius Farias

O Deputado Federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), polêmico por suas declarações contra os homossexuais e a respeito do Governo Militar, sai com mais uma proposta que só piora a situação da bancada religiosa no Congresso Nacional. Na última quinta-feira, dia 07 de julho de 2011, Bolsonaro fez uma declaração infeliz, ao afirmar que vai apresentar ao Congresso um projeto de lei que garante aos necessitados de transfusão sanguínea possam escolher sangue vindo de um heterossexual. Segundo ele, os homossexuais correm riscos de contrair DSTs e HIV 17 vezes mais que os heterossexuais, segundo dados do próprio Ministério da Saúde, o que por si só já seria uma forte justificativa ao projeto. Recentemente, sob algumas condições específicas, os homossexuais estão liberados para realizar doações de sangue em hemocentros e hospitais. Dentre os requisitos, os homossexuais devem declarar que possuem parceiros fixos e que não tiveram relações sexuais a pelo menos 12 meses. Bolsonaro declara que o sangue é misturado aos dos heterossexuais, e os receptores de sangue devem ter o direito de saber a origem deste. Jair Bolsonaro anda irá apresentar a proposta na Câmara dos Deputados.
Ao propor este projeto, Jair Bolsonaro só demonstra que tem um "parafuso solto". Discordar da conduta homossexual e defender a família não dá o direito a este homem de descer ao nível da ofensa a dignidade. Uma atitude destas, como li e concordei com Danilo Fernandes, do Blog Genizah Virtual, leia aqui, só nos faz lembrar das medidas adotadas pelos nazistas contra os judeus, e a política do Apartheid na África do Sul contra os negros, entre outros exemplos. A ignorância deste homem parece desconhecer também que o controle utilizado pelos hospitais e hemocentros com o sangue coletado é muito rigoroso, descartando todo sangue contaminado por toda espécie de doenças, e o Brasil é referência mundial no controle da coleta e análise do sangue, que passa por várias testagens e, só então, estará disponível para ser usado em transfusões.
No atual contexto que os cristãos brasileiros estão passando, uma ação como esta só vem a difamar a imagem daqueles que estão combatendo iniciativas dos movimentos homossexuais que atentam contra a família e os valores cristãos. Por outro lado, a proposta de Jair Bolsonaro atenta contra a dignidade humana, coisa esta que nenhum protestante ou católico sério deste país deseja a quem quer que seja. Sangue é sangue, e estando ele livre de males e doenças, ele gera vida e não morte. Não há misericórdia e amor em uma atitude e proposta como esta. Não há cristianismo nisto, e o que há é uma verdadeira aberração, da mesma natureza que gerou as atitudes e ações dos que defenderam causas de limpeza étnica, embora, neste caso, não estejamos lidando com questões raciais.

Este é um expediente que não precisamos e jamais utilizamos.

Referência: Genizah Virtual 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...