quarta-feira, 29 de julho de 2009

Eu Não Acredito em Igrejas Underground


Como o J. Mossad menciona um texto anterior, falando sobre sua visão Underground, eu decidi postar aqui o que ele escreveu, na íntegra. Vou me resignar a escrever algum comentário e deixar que vocês reflitam sobre, pois eu acabaria sendo repetitivo.
O curioso é apenas o fato de que ele foi duramente criticado por alguns do seu próprio meio.



"Vou falar de um assunto que vai dar pano pra manga pros caras com vários piercing, tatuagens até no céu da boca, que curte um hardcore xxx, que talvez sejam anarquistas, que curtem viver contra o sistema. (não generalizando existem pessoas que não tem esse perfil e freqüentam igrejas “undergrounds”) Eu não acredito em igrejas underground.
Primeiro eu não acredito em igreja underground porque as pessoas que estão nessas igrejas muitas vezes vão por causa de uma imagem diferente, não por causa de Cristo. Não estou generalizando mais é verdade. Muitas vezes uma parede vermelha, ou preta, ou um culto com um som mais hard-core ou um culto com uma pregação mais anarquista contra as igrejas “normais” faz ser um ponto de referencia para várias pessoas irem nessas igrejas. A igreja não deve ser mais importante do que a Cristo. Nenhum ministério deve ser mais importante do que Jesus Cristo.
Infelizmente aqui no Brasil (eu não estou falando para fora do Brasil, só quero falar de igrejas undergrounds aqui no BR porque eu vivo no BR, aliais, eu amo meu país, mais que lazanha) não existe igrejas undergrounds, o que existe é igrejas que se adaptaram a situação e foram em busca de seu publico, algumas foram orgânicas e modificaram ao passar do tempo, antes eram metal hoje é “mordeninha”, outras sãos apenas igrejas normais com pastores tatuados com pregações de igrejas pentecostais ou tradicionais, o mesmo modelo de culto de uma igreja batista por exemplo com um som metal.
Eu não acredito em igreja underground porque em muitas delas o falar mal, a critica, a postura contra outras igrejas ou pessoas ou ministérios se torna criticas impiedosas pelo simples fato de que essas pessoas acham que pegando pequenos trechos bíblicos onde mostram talvez Paulo com Pedro (um exemplo) brigando deixa uma margem para criticas sem aquela coisa que Jesus Cristo pregou que é o amor ao próximo como a ti mesmo, num sei posso estar enganado mais se você perguntar dentro de uma igreja underground quem ama um travesti como a “ti” mesmo, muitos vão levantar a mão e dizer que SIM, mas se a pergunta for assim: quem ama o Ap. Hernandez ou até o Bispo Macedo a resposta vai ser totalmente diferente, vai ter gente falando que Deus vai julgar, que Deus vai fazer isso, aquilo e aquilo lá.
Eu não acredito em igreja underground porque muitas vezes a palavra de Deus fica em segundo plano e a passada na mão na cabeça fica em primeiro plano. A palavra de Deus é o primeiro plano assim como viver um vida santa é o objetivo. Não que seja fácil mais devemos nos esforçar em viver uma vida santa, não pegarmos aqueles versículos nossos (saca aquela seleção que fazemos?) e viver apenas esses versículos.
Paulo disse: “Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine… Tudo é permitido, mas nem tudo edifica.” (1 Coríntios 6.12; 10.23) Ai esse versículo se torna uma arma na mão de crianças, como por exemplo é a deixa pra fazer tudo. Só que no mesmo livro que lemos isso mostra que devemos honrar e obedecer aos pais. Eu posso estar muito enganado mais se houver uma pesquisa perguntando para os pais de vários que freqüentam igrejas underground como que é o relacionamento com seus filhos, muitos falaram que seus filhos não honram nem de longe e no escuro seus pais.
A Bíblia também diz que precisamos estar como igreja reunidos, por isso eu acredito que exista sim apenas IGREJA, sem essa papagaiada de igreja underground, igrejas alternativas, igrejas tradicionais, igrejas pentecostais, igrejas batistas, igrejas presbiteriana, se você resolver julgar uma igreja, pessoa ou ministério, você precisa realmente se voltar a leitura e a pratica da bíblia, não venha com esse papinho furado que Paulo Pedro Isaias Lutero sei lá, criticava que não cola.
“Na sua vida espiritual você precisa tanto da adoração privada quando da adoração coletiva. Você precisa buscar a Deus sozinho, mas também precisa buscá-lo juntamente com outros cristãos. Você deve orar sozinho, mas também precisa orar com a congregação. Precisa estudar a Bíblia sozinho, mas também precisa estudá-la junto com a igreja. Se você tentar levar a vida cristã só em uma dessas dimensões, não irá muito longe. Jesus nos ensinou a orar: “Pai nosso”. Ele não é “meu” pai somente. Não posso viver a vida cristã na individualidade. Preciso da comunidade e a comunidade precisa de mim.”"


2 comentários:

  1. Ola percebi q vc na sua postagem n foi um tanto feliz ficou meio vago, de contra partida concordo plena mente com algumas coisas....acho q vc deveria pesquisar mais sobre este assunto sou um pastor trabalhei muitos anos como pr (Tradicional se é q existe) e como me dispus a ser um instrumento nas maos de DEus hj meu ministério esta focado no mundo underground com as tribos urbanas e me sinto muito mais usado e pastor do q antes... valeuu abraçoooooo meu irmao.

    ResponderExcluir
  2. Pessoa com mente vazia que repassou esta matéria. Tipo de pessoa que ouvi o seu ídolo falar, mas não busca a verdade.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...