quinta-feira, 11 de agosto de 2011

BARRACO DO BARROS: Colunista alagoano ataca Julio Severo com acusações sem provas

Por Demetrius Farias

Sempre, antes de dormir, pego meu notebook, acesso a Internet e faço minhas leituras das últimas notícias do dia, leio meus e-mails, entro no Facebook, no Orkut, dou uma rápida olhada no Twitter, acesso o meu Blog e passeio pelos blogs O Tempora, o Mores, Genizah e pelo Blog do Julio Severo, além de outro blogs curiosos, onde leio de tudo, desde excelentes artigos até as maiores besteiradas e sandices que a Internet aceita.

Na noite passada não foi diferente. Cheguei em casa, depois de um dia estressante e de muita ansiedade por alguns eventos pessoais, acessei a Internet e, para minha surpresa, li no blog do Julio Severo o título de um artigo em que ele se defende de uma série de acusações contra ele. Como eu estava cansado demais, decidi fechar o notebook e dormir, deixando para ler sobre o assunto nesta manhã.
Para mais uma surpresa, vi que um articulista do Blog Genizah Virtual, Thiago Lima Barros, convidado do meu caro Danilo Fernandes, que até o momento não posso dizer se já sabe ou aprovou o texto, publicou em seu blog pessoal, O Observador Cristão, um artigo atacando agressivamente a Julio Severo, acusando-o com supostas provas que desmascarariam o verdadeiro Julio Severo (confira aqui). No entanto, para Julio Severo, o artigo de Thiago Barros, "Júlio Severo, um lobo em pele de Cordeiro", já deve ser sim de conhecimento de Danilo e o Blog O Observador Cristão não passa de uma extensão do Genizah Virtual.

Teorias à parte, publicado em neste mês (não sei dizer o dia, pois o artigo não divulga a data), teve uma reação rápida de Julio Severo. No dia 10, ontem, Julio publica o artigo "Mentiras cósmicas: articulista do Genizah cria ficção para atacar Julio Severo", onde se defende e rebate as principais acusações contra ele, sem se deter em todos os pontos do texto do artigo de Thiago.

Hoje, pela manhã, eu li os dois artigos e notei algumas coisas no texto de Thiago Barros que vou resumir aqui em poucas linhas. Não pretendo escrever muito sobre isso. Prefiro deixar os links disponíveis aqui para que vocês mesmos leiam e tirem suas conclusões. O autor apresenta um texto que logo de cara demonstra pouca coerência e nenhuma base verídica para manter suas acusações, além de não citar nomes de informantes, datas, lugares, dizendo apelas que as fontes eram pessoas de seu convívio pessoal (que cômodo!). Entre espancamento dos filhos, insubordinação eclesiástica, e fuga do Brasil por ter para evitar processo do Ministério Público do RJ quanto aos filhos serem vítimas de violência doméstica e terem sido retirados da escola para receber estudo em casa, Thiago não divulgou as fontes exatas de suas afirmações, reservando-se apenas a citar o nome de uma igreja batista a qual Julio teria sido membro em Niterói. Além disso, ele afirmou que o VINACC (Visão Nacional para Consciência Cristã), havia "descontinuado" a participação de Julio Severo em seu evento anual, Encontro para a Consciência Cristã, por causar desconforto nos demais palestrantes. Ainda sobre a saída de Julio Severo do Brasil, Barros baseia parte de suas acusações em um vídeo de Caio Fábio que, diga-se de passagem, não é mais nenhuma referência de ortodoxia cristã e exemplo presbiteriano.

Todas estas acusações foram rebatidas por Julio Severo, devolvendo a Thiago Barros a acusação de calúnia gratuita e sem fundamento, alertando ainda que o setor jurídico do VINACC já havia sido informado da falsas acusações e da citação de que a mesma havia expulso Severo de seu quadro de colaboradores. A resposta do VINACC também foi rápida, confirmando uma dos pontos de defesa de Julio Severo (veja aqui: "Notificação Oficial da VINACC à Sociedade Brasileira e ao Sr. Thiago Lima Barros").

A casa caiu, Barros!

Com um texto pomposo e de uma pretenção a ser o arauto da verdade e da boa teologia, exaltando um reformismo exclusivista, como se a teologia alheia fossem heresias infernais (sou presbiteriano e reformado, e digo a Thiago Barros que fale por si só), Barros apresenta uma postura já observada por mim em outros articulistas genizahrianos. Acusando Severo de heresias e mensagens satânicas que disvirtuam o ensino cristã tradicional, Thiago Barros, por meio de termos e expressões como "homofobia" e "sentimento de ódio", além de postulações que beiram ao raciocínio de Ricardo Gondim, no que tange ao episódio do terremoto no Haiti, demonstra que é um mero reprodutor do pensamento cristão socialista da Teologia da Missão Integral, da qual muitos líderes brasileiros já se revelaram adeptos, e que volta e meia, namoram com o Teísmo Aberto e os discursos que tentam minorar o mal inerente a Agenda GLBT no país, acusando de homofobia quem faz críticas as militâncias, em prol de uma "teologia inclusiva", que fecha os olhos para o pecado e sua institucionalização. Embora Barros faça declarações mais tradicionais, sutilmente, ou até inconscientemente, ele ataca Julio Severo com armas mais liberais, além de fazer várias citações bíblicas, com muitas delas fora de contexto e aplicação ao caso.

Bem... Vou terminar por aqui e deixar que vocês leiam os artigos e pensem a respeito, julgando se minhas observações cabem ou não. Segue, abaixo, os links para vocês.

5 comentários:

  1. Eu aprovei o texto sim, meu caro Darth.
    Julio Severo deve explicações a Igreja.

    ResponderExcluir
  2. Darth, by the way, o Thiago não é calvinista - veja a apresentação dele no Genizah. Ninguém é perfeito, risos! O amigo é arminiano, rs. Você devia esculachalo por isto, não por combater o Severo.
    Falta a Severo um mínimo de coerência. Da forma como age, revela clara esquizofrenia.É Don Quixote mos piores termos na expressão. Suas causas são construidas com muita fumaça sobre um fino verniz do que algum dia poderia ter sido verdade, mas que agora estão sufocadas na sua propria loucura.

    ResponderExcluir
  3. Danilo,

    Para apresentar "verdadeiras versões" aos fatos que o artigo tenta esclarecer, faltam as devidas provas, não acha? Com este Artigo, quem deve explicações é o articulista.

    - Quem são "as pessoas do convívio pessoal" que corroboram o que o articulista afirma?
    - Qual o nome do Pr. que confirma sua versão a respeito da Igreja Batista do Ingá? E se há Pr. que o faça, imagino que ele não frequentava a Igreja usando pseudônimo. Qual o verdadeiro nome do articulista?
    - Se mencionar nomes é tarefa complicada (o que não faz sentido, haja visto que o artigo inteiro gira em torno do nome de alguém) eis uma fácil: Qual o número do processo movido pelo MP do Rio de janeiro contra Severo nos termos descritos pelo rapaz?
    Estas são apenas algumas das questões sem resposta.

    O Articulista mesmo veio a público admitir q suas fontes no episódio da VINAAC não eram fidedignas. O que podemos esperar das demais?=)

    Diz-se que contra fatos, não há argumentos. Dê-nos então a prova dos seus fatos, e serão críveis os seus argumentos.

    Não sou defensor de Severo. Se o irmão ou o Tiago se acham na "profética" obrigação de (nas palavras do Thiago) "molestá-lo", cada um siga conforme a firmeza de suas convicções, à luz do evangelho.

    Contudo, sem as provas acima, o autor do artigo, e vc que em cumplicidade o aprovou, parecem tomar para si a luva do tal "expediênte mentiroso não digno de um cristão professo" tornando-se pior do que aquele que diz condenar.

    Desta forma o conteudo deste artigo não passa de "molestação" gratúita trafegando livremente no infernal abismo entre fofoca e maledicência.

    Se para combater algúem ou alguma ideologia, este é o recurso dos articulistas do Genizah, eu não posso crêr que o que vcs fazem seja um trabalho sério. Verdadeiramente lamentável.

    No mais, Abraços e paz.

    ResponderExcluir
  4. Danilo Fernandes e sua 'quadrilha' serão desmascardos aos poucos. São usados pelo Diabo para tentar infernizar a Igreja do Senhor.

    Não vejo nada de apologética naquele blog de fofocas gospel.

    Já não bastam os problemas sérios enfrentados pela igreja do Senhor no Brasil e ainda aquele filho das trevas se levanta para fomentar ataques a uns e outros.

    ResponderExcluir
  5. Caro Alan,

    Entendo que você desaprove muitos dos artigos publicados no Genizah. Eu também desaprovo um bocado deles. Mas isso não é motivo para nós descermos o nível. Eu tenho respeito pelo Danilo, ele foi um dos meus primeiros seguidores e lê o meu blog, assim como eu leio o dele. Não podemos agir assim, na base da ofensa e amaldiçoando ao inferno um irmão de sangue, sangue de Cristo derramado por ele. Isso é anti-bíblico e pouco cristão.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...