quinta-feira, 28 de abril de 2011

BBB, NA GLOBO OU NO CONGRESSO, SÓ BAIXARIA

Deputado gay famoso por sua participação no BBB da Globo ataca cristãos e seus valores

“Os participantes do BBB têm inteligência inferior a de uma ameba. Que as amebas me perdoem”. — Pasquale Cipro Neto.
Julio Severo
Numa carta pública negando que esteja atacando os cristãos, o Dep. Jean Wyllys declarou: “O que fanáticos e fundamentalistas religiosos mais têm feito nos últimos anos é violar a dignidade humana de homossexuais”.  O deputado GLBTBBB, cuja formação pública mais importante foi participando do Big Brother Brasil, parece conhecer a palavra “dignidade” apenas para quem pratica a sodomia. Quem discordar perderá a dignidade, virando automaticamente “fanático e fundamentalista religioso”.
O Dicionário de Português Michaelis aponta que “dignidade” significa: respeito, honraria, seriedade e elevação e grandeza moral. O Dicionário Aurélio inclui o sentido de “decência” e “decoro”. Já que essas características importantes estão tão em falta no Congresso, só dá para se imaginar que Wyllys as tenha aprendido no BBB.
No conceito bebebista, então, a sodomia agora é uma prática “decente, decorosa, respeitosa, honrada e de elevada grandeza moral”. Indecentes e imorais são aqueles que veem maldade no ato inocente de um homem enfiando seu sexo no traseiro de outro homem!
O deputado gay é membro do Partido Socialismo e Liberdade (P-SOL). Se o BBB de Wyllys consegue conviver com a decência, decoro e honraria, por que o socialismo não conseguiria conviver com a liberdade?
Wyllys, com a sabedoria suprema do BBB, proclama como seu socialismo gay ama a liberdade:
“O PLC 122 , apesar de toda campanha para deturpá-lo junto à opinião pública, é um projeto que busca assegurar para os homossexuais os direitos à dignidade humana e à vida. O PLC 122 não atenta contra a liberdade de expressão de quem quer que seja, apenas assegura a dignidade da pessoa humana de homossexuais, o que necessariamente põe limite aos abusos de liberdade de expressão que fanáticos e fundamentalistas vêm praticando em sua cruzada contra LGBTs”.
O PLC 122 não representa nenhuma ameaça à liberdade de expressão e religião dos cristãos do Brasil. Palavra de um socialista gay que veio diretamente do BBB!
Logo, será oficial: quem quiser trabalhar como deputado ou senador honrado no Congresso Nacional terá de passar pelo BBB, que terá programas de formação profissional de dois, três e quatro anos para alunos que desejarem se especializar em respeito, honraria, seriedade, elevação e grandeza moral, decência e decoro.
A propaganda da nova modalidade de educação, é claro, terá como exemplo o próprio Wyllys: “Quer ser igual a ele? Venha para o BBB!”
Com o BBB imperando na Globo e Congresso, quem precisa de igrejas cristãs? Quem precisa de valores cristãos? Quem precisa de padres e pastores que incentivam suas congregações à fidelidade conjugal, ao respeito, honraria, seriedade, elevação e grandeza moral, decência e decoro?
Obrigado, Wyllys, por mostrar quão obscenos são os cristãos, que envergonham o BBB e seus integrantes.
Esses “fanáticos e fundamentalistas religiosos” são uma vergonha nacional para a sodomia, não é mesmo, Wyllys?
Ainda bem que agora o Congresso Nacional tem você como exemplo. Com você aí, todo o Brasil saberá que a sodomia tem tudo a ver com respeito, honraria, seriedade, elevação e grandeza moral, decência e decoro.
Obrigado, Wyllys, por sua contribuição de BBB para o Congresso e para o Brasil.
Gaystapo quer intervenção estatal no BBB da TV Globo

-----------------------------------------------------------------------
Minha Nota:


Chega a ser irritante a leitura da carta de Jean Wyllys ao se defender. O ignóbio chega ao ponto de querer fazer uma interpretação teológica dos textos sagrados e ainda propor uma exegese que lhe convenha.
Jean, em primeiro lugar: O estado é laico, mas os seus contituintes não são. Segundo: A constituição de um estado democrático de direito existe para defender a mim e a você, por esta razão ela não prioriza a ninguém e prioriza a todos. Ela lhe garante o direito de "dar", e eu de "discordar"! Se eu, com apoio de uma maioria, entender que algo é ruim para meu país, com base na minha fé, então o "Estado Laico", vai legislar sobre o assunto, obedecendo os princípios da democracia. Terceiro: Você é ignorante quanto a teologia e cristianismo, então pode parar de querer dar uma de teólogo sem ser. Você levaria uma lavada até mesmo de mim. Quarto: Você diz que não é contra os cristão, mas nos acusa de sermos os fomentadores ideológicos dos "crimes de ódio". Absurdo! Você tem como provar isso, Jean Wyllys. Se não tiver... meça suas palavras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...