quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

CHEGOU 2011! E AGORA?


Por Demetrius Farias

Mais um ano que se inicia, mais um ano de espera pelas próxima festas de fim de ano, férias e reencontro com parentes. O ano de 2011 chegou e a vida toma um novo ciclo, e neste ano muito se repensa, avalia e se toma resoluções das quais muitas não são cumpridas. E entre promessas e expectativas, o brasileiro tem, hoje, na mente alguns fatos que certamente desejam que caminhem para melhor e nunca para pior.

Para começar, é bom falar de Dilma Roussef. Eu passei o ano de 2010 analisando e fazendo críticas a Lula e a forma como ele governou o país. Por tabela, Dilma também esteve na mira. Contudo, notasse já de início que ela não é um títere na mão de Lula, muito embora o PT seja ainda seu chefe. Tanto é verdade que Lula, que já não esconde suas intenções, pretende voltar ao poder. Eu desejaria muito mais um governo de centro do que o atual esquerdismo, mas devo admitir que devemos dar este voto de confiança para a atual presidente. Se ela governar bem, terá meus elogios; mas se governar mal, será por demais criticada. Para cada acerto, um aplauso; e para cada "ratada" um esculacho. Se Dilma cumprir com a sua palavra, tudo aquilo que foi dito em seu discurso de posse e o que foi dito durante a campanha, principalmente corrigindo os erros de Lula, então prevejo um bom governo para os próximos quatro anos. Como cristão, meu dever é orar por ela, para que Deus a ilumine de forma que Dilma possa governar com sabedoria. Entretanto, longe de maldições que eu possa proferir por não gostar dela, desejar seu bem não me isenta de tecer comentários que achar pertinente. Espero não poder fazê-los!

E o Rio de Janeiro? Ah, o Rio! E teve muito crente que achou que a ação da polícia e do exército no Complexo do Alemão foi um absurdo de violência, que a ação do BOPE e do Exército Brasileiro causaria um banho de sangue, que ninguém mostra na TV a realidade dos que estão no meio do fogo cruzado, que a mídia é manipuladora (novidade!!!), etc... Bah! Me respondam uma coisa: Se a Secretaria de Segurança do Rio não faz o que fez, qual seria a proposta destes crentes pacifistas para resolver o problema a curto prazo? Sim, pois a situação social daquele lugar merecia atenção urgente e imediata. Aliás, anos de ações sociais, atividades de ONGs, e até de agências missionárias e igrejas, nunca tiraram os criminosos das ruas e do poder dos morros cariocas. Somado a ineficiência social, a falta de vontade política e a corrupção fizeram com que anos de impunidade e delinqüência criassem verdadeiros monstros nas favelas, gente desempregada, sofrida, mas que não se inocentam pela justiça da vida e dos homens ao escolherem consciensiosamente a criminalidade, o tráfico de drogas e armas e toda sorte de vilania. A verdade é que o princípio da solução chegou, e hoje os moradores do Complexo do Alemão podem sorrir, andar as ruas, abrir seus comércios, sem se preocupar com balas perdidas e ameaças de morte por parte de traficantes imundos que determinavam a vida no lugar. Sem toques para todos se recolherem, fechar seus estabelecimentos e se trancar dentro de seus barracos quentes e sem ventilação adequada, há um alento, inclusive para os próprios crentes pacifistas. Veio tarde, com muita morosidade, e a custa de mortes, coletivos queimados e pessoas amedrontadas por anos, mas isso tudo foi fruto da oração de muita gente que pedia a justiça e misericórdia de Deus. Não tenham dúvida disso!

Onde será que estes pacifistas evangélicos vivem? No mundo da lua, em suas casa e "apês" confortáveis, cercados de livros de teologia emergente e sociologia barata. Negociar com bandidos e com calma? Rendição? Quando? Onde? Pergunto: Se viu a tal chacina vaticinada por alguns que diziam que para cada traficante morto teríamos dez mortos inocentes no processo? NÃO! É evidente que baixas acontecem e são sempre absurdas e lamentáveis, mas o que se viu foi a alegria nas ruas, e a consciência da população local de que aquela ação era necessária. É sabido que muitos moradores, cansados de anos de sofrimento, invadiam barracos e entregaram os bandidos escondidos a ponta-pés e socos para os policiais. Muitos se trancaram em casa, mas não por medo, e sim para se proteger e ão interferir no serviço da LEI. A vida voltou ao Complexo do Alemão! Espero que esta "paz" possa perdurar por muito tempo, e oro para que ela não seja efêmera. Agora sim, os pacifistas podem subir no morro e fazer seu trabalho, sem ter que mendigar a "consciência social" de bandido algum para dar autorização. Parabéns ao Prefeito do Rio e ao Secretário de Segurança pelo trabalho desempenhado, e a Polícia Militar, ao Exército Brasileiro e a Guarda Nacional.

Chegou 2011, e novas expectativas de trabalho vão aparecendo, novas perspectivas de futuro vão se delineando, novos projetos e muitas realizações. Eu mesmo já iniciei o ano casado e com uma esposa linda e que me ama. Isso pra mim é ser abençoado em 2011! Mas sei que Deus tem mais. E espero que em tudo ele nos dirija e conduza as nossas vidas no centro de sua vontade. Oro para que ele transforme nosso país, e que as novidades deste ano possam perdurar, que a Dilma faça um bom governo, e que o Rio tenha mais paz, sem o tráfico e sem os bandidos nos morros. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...