terça-feira, 5 de outubro de 2010

FÁTIMA CLEIDE NÃO CONSEGUIU SE REELEGER

Relatora do PLC 122 perde apoio da população de seu estado

Julio Severo
BOA NOTÍCIA: A petista Fátima Cleide, relatora do PLC 122, não alcançou votos suficientes para se reeleger ao Senado, mesmo apelando para um discurso mais religioso e enfatizando seu suposto cristianismo.
Ela ficou famosa por defender e avançar um projeto de lei criado pelo próprio PT que daria direitos especiais para indivíduos em função de suas escolhas e práticas sexuais incompatíveis com a normalidade humana, e tiraria dos cidadãos de bem o direito de livre expressão de criticar ou se opor a essas escolhas e práticas.
O PLC 122 foi avançado por ela de todas as formas possíveis, até mesmo estranhas e ocultas, sendo colocado para votação às altas horas da madrugada, com o objetivo óbvio de aprovar sem nenhuma oposição.
MÁ NOTÍCIA: Se Dilma Rousseff ganhar, Fátima Cleide será recompensada por seus valiosos “serviços” em prol da agenda pró-sodomia do PT. Uma futura presidenta Rousseff daria algum importante ministério para Cleide, que como ministra imporá sobre o Brasil o que ela não conseguiu impor como relatora.
O mesmo caso ocorreu em 2002, quando Marta Suplicy, conhecida como a rainha do movimento homossexual, perdeu sua reeleição para a prefeitura de São Paulo. Mas Lula foi eleito presidente do Brasil, e fez dela ministra do Turismo. Quando o chefão ganha, seus lacaios participam dos despojos.
Se a chefona Dilma Rousseff for eleita presidenta, o Brasil terá, bem ao estilo malicioso de Suplicy, de “relaxar e gozar” a imperiosa e arrogante figura de uma ministra dedicada às intenções do PLC 122: sacralizar a sodomia e criminalizar opiniões contrárias a ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO!

CHAMADA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...